Shadow of The Colossus em 2021, descubra se vale a pena jogar

Achou interessante? Compartilhe com outras pessoas.

Shadow of The Colossus em 2021, descubra se vale a pena jogar

Shadow of The Colossus sem dúvidas é um dos melhores e mais marcantes jogos do PS2, mas como será que envelheceu esse game? 

Hoje, em 2021, com o grande remake gráfico feito pela Bluepoint Games em 2018, vale a pena investir nosso tempo e dinheiro nesse título, que tem sua origem a mais de 15 anos atrás?

Vale ressaltar que o remake feito em 2018 traz somente melhorias gráficas, de performance, algumas correções em animações e também correções de bugs. Assim como também disponibiliza um modo de Time Attack melhorado, alguns itens novos pós-game e sistema de conquistas no PS4 (também há conquistas no REMASTER lançado para o PS3).

Desta forma, o game continua tendo as mesmas 8-9 horas de campanha do PS2 em sua primeira jogatina, e após ela, você consegue zerar o jogo normalmente em menos de 4 horas.

Com isso esclarecido, será que compensa investir seu dinheiro em um jogo de 8 horas de campanha somente? Vamos descobrir agora!

Entrada ao Santuário de Adoração de Shadow of The Colossus
Wander chegando ao Santuário de Adoração. A brecha no teto do Santuário é por onde Dormin se comunica com o protagonista. É possível ver o altar no fundo. Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

O protagonista Wander tem a missão de reviver uma garota chamada Mono, e para isso, ele vai até as Terras Proibidas, pois reza a lenda de que aquele que conseguir passar por todos os desafios propostos pelo espirito que habita o Santuário de Adoração, poderá devolver a vida para a pessoa que estiver em cima do altar do Santuário.

Ao colocar Mono em cima do altar, Dormin, o espirito que habita o local, entra em contato com Wander. Após perceber que o viajante tem consigo a Espada Ancestral, item usado para prender o espirito ao Santuário, Dormin dá a Wander, a missão de eliminar todos os 16 Colossus que habitam as Terras Proibidas, e após isso, ele traria Mono de volta a vida.

Os Colossus são seres gigantes, convocados por magia por povos antigos, que tem como única missão proteger os selos que estão em seus corpos.

A história ainda permanece bem intrigante, e Shadow of The Colossus continua sendo palco de teorias de fãs até hoje, mesmo após mais de 15 anos de seu lançamento. 

O jogo te dá muita pouca informações sobre sua história, e isso é proposital, pois deixa um clima de mistério presente no game, que você pode interpretar e reinterpretar de formas diferentes, o que combina perfeitamente com a próxima seção a ser comentada: A ambientação.

Cada escultura presente no Santuário representa um Colosso. Após o Colosso ser abatido, a escultura é destruída. São ao todo, 16 esculturas.

Ambientação diferenciada

Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

Shadow of The Colossus tem um ambiente incrível e nada comum nos games até hoje. Se trata de um vasto cenário, com belíssimas paisagens, pequena fauna animal e algumas construções abandonadas.

O cenário também conta com cachoeiras, lagos, montanhas enormes e pequenos santuários espalhados pelo mapa, que servem como checkpoints caso você faça uma oração nele.

Porém o maior diferencial sobre esse mapa, é a sensação de solidão que ele transmite ao jogar.

Ao vagar pelo grande mapa, será somente você, seu cavalo, e de vez em quando uma águia que passa de rasante sobre sua cabeça.

O jogo propositalmente não coloca trilhas sonoras de fundo enquanto você explora o mapa, justamente para te dar essa sensação de vazio, o que na minha opinião, funciona muito bem. Você apenas ouve sons da natureza, o cavalgar de seu cavalo e nada mais. 

É sem dúvidas uma atmosfera única no mundo dos jogos.

Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

Essa sensação de vazio contrasta muito bem quando chega o grande momento de ação, a luta contra os Colossus.

A trilha sonora encaixa perfeitamente em cada combate e dá uma emoção a mais em sua batalha.

Shadow of The Colossus conta somente com Colossus para serem derrotados, não há outros inimigos no game, é um mapa gigante, onde há apenas você, seu cavalo, e os Colossus.

Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

Jogabilidade de 15 anos atrás

Cada Colosso tem uma forma diferente de ser derrotado. Você consegue imaginar uma forma de abater esse da imagem?

Como dito anteriormente, o remake de Shadow of The Colossus não adiciona novas mecânicas, apenas revoluciona os gráficos, corrige bugs e melhora certas animações. Com isso em mente, será que ainda é divertido joga-lo em 2021?

A resposta é SIM. Embora tenha uma dinâmica que não irá agradar a todos, Shadow of The Colossus ainda hoje se mantém com uma jogabilidade muito boa e divertida.

A movimentação é rápida e muito bem responsiva, as mecânicas de escalar, pular, bater e cavalgar eram ótimas em sua época e permanecem assim até hoje, então você não vai se estressar com uma movimentação ultrapassada, longe disso.

O jogo conta com quase nenhuma interface, apenas o essencial para você sobreviver, como sua barra de vida, energia, um ícone para troca de armas e só.

Não há mini-mapa, para encontrar os Colossus, você terá que usar o reflexo da luz solar em sua Espada Ancestral, o foco do reflexo irá te apontar a direção onde está o Colosso a ser enfrentado

Você tem dois items: Sua Espada Ancestral e seu arco e flecha. A Espada serve para perfurar os selos dos Colossus, e o seu arco e flecha poderá ser usado para chamar a atenção dele (você também pode chamar a atenção do Colosso, assobiando para chamar seu cavalo, pode ter certeza que o Colosso irá escutar). 

Você também poderá usar seu arco para caçar lagartos de calda branca, e colher frutas, ambos irão aumentar sua estamina.

Escalada ao Colosso Gaius. O ponto azul brilhante em sua cabeça é o Selo que deve ser rompido com a Espada Ancestral.

Trilha sonora de arrepiar

Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

É impressionante o trabalho dos responsáveis pela trilha sonora de Shadow of The Colossus. Cada música no jogo combina perfeitamente com o momento a ser jogado, cada Colosso costuma ter de duas a três músicas, cada música para uma fase da batalha.

O jogo conta com uma playlist de pouco mais de 1 hora de músicas, o que é compreensível pelo duração de sua campanha e pelo fato de que a maior parte do jogo você estará vagando em silencio pelas Terras Proibidas, ouvindo apenas sons da natureza. É uma proposta que foi bem inovadora na época, e segue interessante até hoje.

A trilha sonora sabe quando entrar em cena, não espere jogar uma espécie de DOOM com rock frenético tocando a todo momento.

Vale a pena platinar!

Caso nada disso tenha te surpreendido muito, você pelo menos poderá adicionar uma nova platina em sua coleção, e uma platina de um jogo de respeito!

A sua jornada em busca dos troféus de Shadow of The Colossus não será muito difícil e nem muito demorada.

A platina é de dificuldade moderada, pode ser realizada dentro de 20 horas e não te causará muito estresse. 

Eu recomendo que busque a platina do jogo para poder desfrutar mais do game, já que você provavelmente vai zerar ele em apenas 8 horas mais ou menos.

Ou você vai amar, ou vai odiar

Os direitos de Shadow of The Colossus pertencem à Sony Interactive Entertainment

Shadow of The Colossus é muito diferente de qualquer outro jogo disponível no mercado atual, por isso, há chances de muitas pessoas estranharem sua jogabilidade, sua “falta de conteúdo”, seu silêncio na exploração e sua história “mal contada”.

Por outro lado é um jogo que costuma surpreender bastante aqueles gamers que gostam de uma experiência diferenciada.

Também compensa bastante joga-lo novamente caso você tenha tido o privilegio de poder desfrutar desse game em sua juventude.

Shadow of The Colossus, na minha opinião, é um dos melhores jogos da história dos videogames, e aquele que representa o maior valor sentimental devido ao que me proporcionou na infância.

O jogo era ainda mais misterioso em seu lançamento, onde havia pouquíssimas informações a seu respeito e mistérios e lendas rondavam a internet.

Resumo

Shadow of The Colossus envelheceu muito bem e ainda é capaz de entreter pessoas mesmo após 15 anos de seu lançamento. 

Tem uma excelente trilha sonora, gráficos incríveis, boa jogabilidade, um estilo de gameplay super diferenciado e uma história bastante misteriosa e envolvente.

O cenário das Terras Proibidas e a luta contra os Colossus são de tirar o fôlego e podem te proporcionar bons momentos de diversão.

O jogo costuma entrar em promoção na Playstation Store frequentemente e você pode adquiri-lo por menos de 50 reais. Hoje (20/03/2021), ele está em promoção na Playstation Store por R$ 46,47 até o dia 01/04/2021. É um dinheiro que poderá ser muito bem investido, e poderá valer cada centavo.

Não se deixe levar pela campanha relativamente curta, o jogo tem uma qualidade excepcional, e você poderá investir em torno de 20-30 horas em média para ir em busca do troféu de platina do game. O troféu de platina de SoTC é tranquilo de se obter, e você irá se divertir bastante nessa jornada.

E essa foi minha análise sobre Shadow of The Colossus, você curtiu? Caso você tenha qualquer crítica construtiva a ser feita, ou elogios, não deixe de expressar sua opinião nos comentários. Me ajude a melhorar 😉

Confira também minha análise de The Witcher 3

0 0 votes
Article Rating
Achou interessante? Compartilhe com outras pessoas.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Confira nossa análise sobre um dos maiores exclusivos Playstation: Shadow of The Colossus, ainda compensa investir tempo e dinheiro no game, em 2021? […]