Qual o melhor Call of Duty? Confira o ranking dos 10 melhores jogos

Achou interessante? Compartilhe com outras pessoas.

A icônica e gigante série de FPS da Activision é, sem duvidas, uma das maiores franquias de videogame de todos os tempos. A franquia dominou as paradas de vendas nos últimos anos, e se espera que isso continue com o lançamento de Call of Duty: Vanguard em novembro. Com o lançamento do novo jogo da série chegando daqui a alguns dias, estamos fazendo uma lista para te informar os 10 melhores títulos, segundo a crítica. 

Com a Activision lançando um novo jogo todos os anos desde 2003 (exceto em 2004), estamos apenas citando os 10 jogos que acreditamos serem os melhores e não estamos classificamos toda a série em geral. Agora que você já está avisado, vamos para o ranking.

10. Call of Duty 2

Call of Duty 2 da Infinity Ward, lançado em 2005 foi o segundo da franquia Call of Duty (sem contar os spin-offs, somente para console), e contou sua história de múltiplas perspectivas em diferentes combatentes na Segunda Guerra Mundial. Seus gráficos e estilo de apresentação geral podem parecer desatualizados para os padrões de hoje, mas era um líder de mercado na época, o que mostra o quanto os jogos cresceram e evoluíram em 15 anos. Uma das maiores mudanças do jogo em relação ao seu antecessor foi que ele apresentava regeneração de saúde, um sistema que seria apresentado em basicamente todos os futuros jogos da franquia de uma forma ou de outra.

O jogo também introduziu um indicador de perigo de granada, que era novo na época. Os fãs geralmente gostaram do modo multijogador, e até hoje um grande e memorável título da franquia. Vale a pena jogar.

9. Call of Duty: Black Ops 2

Call of Duty Black Ops 2

Lançado em 2012 pela Treyarch, Black Ops 2 foi mais um lançamento bem-sucedido e amado na popular sub-franquia Black Ops. Uma de suas maiores e mais emocionantes inovações no lado da história foi sua narrativa que saltou entre a década de 1980 e o futuro em 2025. Como os dois elementos se conectaram e se entrelaçaram foi único na época e levou a algumas sequências de destaque. A campanha também foi memorável por colocar ainda mais controle sobre a história nas mãos dos jogadores, permitindo tomar decisões em momentos-chave em torno de personagens que vivem ou morrem, o que pode acabar tendo um efeito cascata.

A campanha Black Ops 2 também é lembrada por suas missões Strike. No lado multiplayer, Black Ops 2 mudou a fórmula com seu sistema Pick 10, que deu aos jogadores mais liberdade para equipar loadouts de sua preferência para que eles pudessem se adequar ao seu estilo de jogo e interesses. E, claro, o modo Zombies, marca registrada da Treyarch, também voltou, oferecendo uma jogabilidade mais frenética, divertida e desafiadora em novos ambientes. Também incluiu mais opções de mobilidade através do ônibus que estava constantemente circulando o mapa.

8. Call of Duty: Black Ops 4

Call of Duty Black Ops 4 Images

Call of Duty: Black Ops 4 lançado em 2018 pela Treyarch marcou uma grande mudança para a série Call of Duty, já que foi o primeiro em toda a franquia a não ter um modo de campanha. Apesar disso, o jogo impressionou os fãs e é um dos melhores jogos da série até hoje. Apesar de não ter uma campanha, os três modos principais do jogo – Zumbis, Multijogador e Blackout – são ótimas opções para se divertir. O multijogador foi tão bom como sempre, introduzindo novas armas e mecânicas para tirar proveito do cenário futurista do jogo (mas não forçando você a usá-los), enquanto o modo Zumbis ofereceu uma experiência profunda e memorável cheia de segredos para descobrir enquanto você destrói hordas dos mortos-vivos.

Mas talvez a maior e mais empolgante inovação em Black Ops 4 tenha sido seu modo Battle Royale, Blackout. Um precursor de Warzone, que viria dois anos depois, Blackout foi o primeiro passo da Activision no gênero Battle Royale. Críticos e fãs gostaram do modo Blackout, mesmo que não fosse perfeito, e a Activision pegaria os aprendizados de Blackout e os aplicaria ao Warzone com grande sucesso no futuro.

Compre Call of Duty Black Ops 4 em promoção na Amazon nos links abaixo:

7. Call of Duty: WWII

Call of Duty WW2 Images

Lançado em 2017 pela desenvolvedora Sledgehammer Games, Call of Duty: WWII marcou o primeiro retorno da franquia ao cenário histórico da Segunda Guerra Mundial em muitos anos. Não há mais super-habilidades, nem corrida pela parede, nem drones. Eles foram de volta ao bom e velho Call of Duty – e foi uma fórmula que os fãs gostaram e amaram. Com Glen Schofield e Michael Condrey como co-diretores, WWII contou uma história ambientada em todo o European Theatre, cobrindo batalhas e eventos bem conhecidos, como o desembarque na Normandia. A campanha do jogo foi elogiada por sua narrativa no estilo Band of Brothers, que segue as histórias de um grupo de soldados tentando sobreviver em condições adversas, com seus laços se estreitando com o tempo. A campanha também se destacou por não ter regeneração automática de saúde.

No lado multijogador, WWII inovou ao lançar o sistema de criar uma classe em favor de permitir que os jogadores se juntassem a uma das várias Divisões, cada uma com seu próprio conjunto de habilidades. O multiplayer também adotou um espaço social no estilo Destiny Tower chamado Headquarters, onde os jogadores podiam se encontrar e se divertir, coletar e completar desafios e participar de partidas 1v1. A Sledgehammer está agora continuando sua série WWII com o futuro lançamento de Call of Duty: Vanguard, que será lançado em novembro.

Compre Call of Duty WWII em promoção na Amazon nos links abaixo:

6. Call of Duty: Modern Warfare 2

Um Call of Duty desenvolvido pela Infinity Ward está na lista novamente, apresentando o impressionante histórico do estúdio. Call of Duty: Modern Warfare 2, de 2009, seguiu o muito popular Call of Duty 4: Modern Warfare de dois anos antes, continuando a história da Força-Tarefa 141 em outra campanha mundial para deter uma ameaça terrorista. A campanha atraiu críticas duras e rápidas por sua missão infame “No Russian”, na qual o jogador participa de um massacre no aeroporto e pode optar por se envolver no derramamento de sangue.

A missão vinha com um aviso e permitia aos jogadores ignorá-la totalmente, mas Modern Warfare 2 sempre será lembrado por sua missão No Russian. A campanha é curta e agradável, terminando em uma média de cinco horas, porém não deixa de ser agradável e memorável – uma das melhores campanhas de Call of Duty até hoje. No lado multijogador, a Infinity Ward inovou com um sistema de carregamento reestruturado, enquanto o sistema de perks foi revisado também, para a alegria dos jogadores. O jogo provou ser tão popular que a Activision decidiu remasterizar sua campanha em 2020.

5. Call of Duty: Modern Warfare 3

Call of Duty Modern Warfare 3

Call of Duty: Modern Warfare 3, lançado em 2011, é talvez mais conhecido pelo que aconteceu nos bastidores para trazer o jogo ao mercado. No meio do desenvolvimento do jogo, a Activision demitiu os fundadores da Infinity Ward Jason West e Vince Zampella por insubordinação. Uma equipe de desenvolvedores saiu com West e Zampella (que iria estabelecer a Respawn Entertainment e criar a amada série Titanfall tempos depois), e a Activision teve que encontrar outra maneira de terminar o jogo e lançá-lo a tempo – e acabou dando essa tarefa nas mãos da Sledgehammer para co-desenvolver e terminar o jogo. Isso foi uma surpresa porque a Sledgehammer na época estava trabalhando em um título de Call of Duty em terceira pessoa mais experimental, ambientado na Guerra do Vietnã – jogo este que nunca saiu do papel.

Quanto ao próprio Modern Warfare 3, o jogo foi recebido positivamente pelos críticos e fãs e vendeu muitos milhões de cópias, apesar do drama nos bastidores. O jogo é lembrado por sua campanha emocionante que deu continuidade ao popular enredo Modern Warfare dos membros da Força-Tarefa 141 e também por seu modo de Sobrevivência no estilo Horde e por sua integração com o aplicativo social e de monitoramento de estatísticas já fechado Call of Duty: Elite.

4. Call of Duty: Black Ops

Call of Duty: Black Ops, lançado em 2010, desenvolvido pela Treyarch, está entre os jogos mais populares da franquia – e por um bom motivo. O jogo apresenta o ator de Avatar, Sam Worthington como Alex Mason, com um elenco de apoio que inclui Ed Helms, James C. Burns, Ice Cube e Gary Oldman no papel memorável de Viktor Reznov. Situado nos anos 60 durante a Guerra Fria e Guerra do Vietnã, Black Ops marcou os primeiros passos da franquia nas águas turvas do “e se?” cenários e teorias da conspiração que muitas pessoas adoram.

O jogo também contou com participações especiais de figuras históricas reais como JFK, Fidel Castro e Robert McNamara. O multiplayer impulsionou a franquia, dando aos jogadores a liberdade de se expressarem melhor e personalizar seus personagens com cosméticos únicos. E o modo Zombies favorito dos fãs que estreou em World at War foi apresentado em Black Ops, permitindo que os fãs lutassem contra os mortos-vivos em novos ambientes com novas habilidades e recursos para a série. Black Ops foi um tremendo sucesso, e várias sequências se seguiram.

3. Call of Duty: Warzone

Call of Duty: Warzone não foi a primeira tentativa da Activision em apostar em um battle-royale – o primeiro foi o modo Blackout, em Black Ops 4. Mas Blackout foi importante para que o Warzone pudesse ser lançado com grande sucesso. Lançado em março de 2020 no início da pandemia de COVID-19, Warzone teve como objetivo ganhar seu lugar no espaço cada vez mais movimentado de battle-royales, oferecendo algo que nenhum outro jogo poderia. A marca registrada de Call of Duty, armas e a imersão que o jogo oferece é incomparável, e aplicado a um cenário de battle-royale, o jogo prosperou.

Por anos, os fãs de Call of Duty pediram à Activision para criar uma experiência Call of Duty em grande escala, no estilo Battlefield, e Warzone acabou por entregar esse pedido, oferecendo um mapa gigantesco em Verdansk cheio de segredos, easter eggs e locais retirados de mapas memoráveis do passado de Call of Duty. Warzone é o jogo com o qual muitos fãs de Call of Duty poderiam apenas sonhar, e também é gratuito – diminuindo a barreira de entrada e dando aos jogadores que, durante anos, pediram por um Call of Duty apenas multiplayer, exatamente o que eles queriam. O jogo tinha seus problemas – cheats e a integração das armas do Black Ops Cold War estão entre os problemas que os jogadores apontaram – mas o jogo em geral é um sucesso genuíno.

2. Call of Duty: Modern Warfare

A Activision fez um reboot em sua popular série Modern Warfare em 2019. Mais uma vez, a Infinity Ward assumiu as rédeas do desenvolvimento. o reboot não foi apenas um rolo compressor de vendas, mas também agradou os fãs que pediam uma campanha moderna de Call of Duty, sem futurismos. Modern Warfare, assim como o jogo de 2007, seguiu uma história mundial de soldados lutando contra um inimigo comum.

A campanha teve muitas missões e sequências marcantes no estilo Zero Dark Thirty e, em um capítulo memorável, você joga com uma garotinha lutando por uma casa enquanto um inimigo tenta encontrá-la. Foi uma missão angustiante e controversa que, senão outra coisa, se destacou como muito boa. O multiplayer em Modern Warfare foi celebrado por sua grande diversidade de mapas e modos, e por introduzir a guerra em grande escala com veículos e mapas maiores. O tiroteio foi mais uma vez excelente, e os recursos já consagrados na versão original, compunham a versão original, deixaram o game ainda mais completo. Modern Warfare também pavimentou o caminho para Call of Duty: Warzone, de 2020, que acabou sendo a maior expansão de Call of Duty em anos.

Compre Call of Duty: Modern Warfare em promoção na Amazon nos links abaixo:

1. Call of Duty 4: Modern Warfare

O shooter de 2007 da Infinity Ward está no topo da nossa lista e ganhou seu lugar por um bom motivo. O jogo tirou a série da Segunda Guerra Mundial e a colocou em um cenário moderno para contar uma história envolvente e de âmbito global com muitas reviravoltas enquanto os jogadores lutavam contra uma ameaça terrorista. O jogo foi elogiado por seu modo de campanha cinematográfico ao estilo Hollywood, enquanto seus momentos mais silenciosos também atraíram elogios – a missão de atirador de elite All Ghillied Up permanece icônica para a série.

Mas o maior impacto do jogo veio de seu multiplayer. O jogo popularizou elementos multiplayer agora comuns, como killstreaks e ganhar experiência para desbloquear novas armas para criar loadouts específicos do usuário. Depois de atingir o nível 55, os jogadores podem escolher desbloquear “Prestígio”, reiniciar do 0 e voltar a subir para ganhar designações especiais. Muitas convenções multijogador populares foram estabelecidas com Modern Warfare, muitas das quais continuam hoje em novas formas. A Activision remasterizou o jogo em 2016 e fez o reboot anteriormente mencionado com o Modern Warfare, em 2019, sinalizando sua força contínua como uma das mais importantes e icônicas séries de videogame de toda a história.

Discorda de algumas posições? Coloque sua opinião nos comentários e nos ajude a melhorar cada vez mais o nosso conteúdo, com o seu suporte.

0 0 votes
Article Rating
Achou interessante? Compartilhe com outras pessoas.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Com a série em uma fase de transição entre o final de Street Fighter V e o inevitável Street Fighter VI, é esperado que os fãs olhem para a história da série e tirem o pó de um jogo antigo para relembrar os velhos tempos. Embora Street Fighter seja uma série de alto nível, alguns títulos são melhores do que outros. Veja nossa lista segundo o ranking do MetaCritic. […]